13/08/2017

A MÚSICA ROMÂNTICA E A BOSSA NOVA NA VOZ INESQUECÍVEL DA CLÁUDIA TELLES


A cantora Cláudia Telles, ou Cláudia Telles de Mello Mattos, nasceu no Rio de Janeiro em 1957. Ela começou sua carreira fazendo coro em gravações de Roberto Carlos, Gilberto Gil, Belchior, Simone, Rita Lee e outros cantores famosos. Também fez vocais e participou de shows do Trio Esperança, o que lhe deu experiência de palco.
Cláudia gravou seu primeiro álbum em 1977, do qual despontaram as músicas Aprenda a Amar e Eu Preciso te Esquecer. Mas temos que lembrar que um ano antes, ela já tinha vendido 500 mil cópias do compacto com a música Fim de Tarde.
Eu Preciso te Esquecer transformou-se noutro grande sucesso de Cláudia, uma das músicas brasileiras mais tocadas do final dos anos 70. Cláudia foi convidada para participar de programas de auditório como Globo de Ouro, Programa Silvio Santos e outros.
Mas ela nunca escondeu a vontade de gravar bossa nova, um estilo pelo qual era apaixonada. Temos que lembrar que Cláudia Telles é filha da cantora Sylvinha, uma das grandes musas da época de ouro da bossa. Já no seu primeiro Lp, gravou Dindi, de Tom Jobim e Aloysio de Oliveira, um grande sucesso na voz de Sylvinha.
Durante os anos 1990 e 2000, Cláudia Telles não só gravou músicas em tributo à bossa nova, como lançou trabalhos onde interpretava grandes compositores da MPB, como Nelson Cavaquinho e Cartola.
Nos anos 2000, Cláudia participou do Programa Rei Majestade, do SBT, onde cantou Eu Preciso Te Esquecer. Ela continua fazendo apresentações por todo o Brasil, onde canta seus maiores sucessos e músicas de MPB/Bossa Nova. Com sua voz inesquecível, continua mais na ativa do que nunca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário