19/09/2017

DESCUBRA CURIOSIDADES SOBRE AVATAR, A SEGUNDA MAIOR BILHETERIA DA HISTÓRIA

 
Avatar foi financiado pelo estúdio Lightstorm Entertainment, fundado em 1 990 por James Cameron e Larry Casanaff. Ele é também responsável por filmes como O Exterminador do Futuro 2 e Titanic.

Nascido no Canadá, o diretor James Cameron é responsável por filmes como Aliens – Resgate, O Exterminador do Futuro, O Segredo do Abismo e Titanic.

Era para Avatar ser lançado em 1 999, apenas dois anos depois de Titanic. Os custos elevados e as incertezas sobre a tecnologia que seria utilizada para a criação dos efeitos especiais, no entanto, levaram o diretor a adiar o projeto

Falada pela raça alienígena de Pandora, a língua na’vi foi criada pelo linguista Paul Frommer seguindo duas exigências de James Cameron: que ela não se parecesse com nenhuma língua na Terra e fosse de fácil pronúncia para os atores do filme.

Para se adaptarem aos seus papeis, os atores foram levados para o Havaí para conhecer como era a vida numa selva. Eles chegaram a viver como uma tribo, mas só durante o dia. Eles passavam a noite nos melhores quartos de hotéis do arquipélago.

Matt Damon e Jake Gyllenhall chegaram a ser cogitados para o papel de Jake Sully, mas o diretor James Cameron acabou escolhendo o quase desconhecido Sam Wortinghton.

A trama se passa no ano de 2 154, em Pandora, uma lua do planeta Polifemo, um hipotético gigante gasoso da estrela Alpha Centauri.

Rica em dióxido de carbono, metano e amônia, a atmosfera de Pandora é totalmente letal para os seres humanos.

Cameron anunciou a produção em 2 005, na época chamada de Projeto 880. Um grande mistério foi mantido antes da estreia dos primeiros teasers e divulgação final para a imprensa.

As filmagens ocorreram entre 16 de abril e 01 de dezembro de 2 007.

Avatar possui 40% de suas cenas gravadas com atores reais e o restante com efeitos em computação gráfica.

Acredite se quiser, mas cada quadro com efeitos do filme levou em média 48 horas para ser finalizado.

A pré-estreia de Avatar ocorreu em 10 de dezembro de 2 009, em Londres, uma semana antes do seu lançamento nos Estados Unidos.

Avatar foi indicado em nove categorias do Oscar, mas ganhou apenas três: melhor fotografia, melhor direção de arte e melhores efeitos visuais.

James Cameron ganhou o Globo de Ouro de Melhor Diretor e Avatar de melhor filme.

Com mais de 770 mil espectadores, Avatar foi a sexta maior estreia nos cinemas do Brasil em 2 009. Ao sair de cartaz, tinha sido visto por 9 milhões de brasileiros.

Com US$ 2,7 bilhões em faturamento, Avatar é considerado até hoje o filme de maior bilheteria da história do cinema. Uma observação: se formos levar em conta a inflação, ele é vencido pela produção histórica E o Vento Levou…, de 1 939.

A personagem de Sigourney Weaver aparece fumando em várias cenas do filme. O detalhe é que a atriz não fuma, daí que a pós-produção precisou criar um cigarro digital em suas mãos.

A produção foi inúmeras vezes acusada de plágio, sendo que uma delas alegava ser o povo na’vi inspirado numa série em quadrinhos chamada Timespirits.

A sequência de Avatar estreará nos cinemas em 2 018 e além dela estão programadas mais duas continuações, uma para 2 020 e outra para 2 022 (Outras observação: parece que James Cameron adiou mais uma vez).

James Cameron não está apenas trabalhando em uma, mas em quatro continuações de Avatar. E o que ele promete para essas sequências são novos efeitos especiais, além de efeitos mais desenvolvidos.

Com a ajuda de James Cameron, a Walt Disney Company projetou uma área no Animal Kingdon, em Orlando, Estados Unidos, totalmente voltada para Avatar. Ela reproduz cenas da lua Pandora e seus animais míticos.

Fonte: Mais Que Curiosidades

18/09/2017

A VOZ INESQUECÍVEL E OS SUCESSOS DO REI DO BOLERO ALTEMAR DUTRA


Entre os cantores que morreram em virtude de derrame/aneurisma cerebral, vale lembrar de Ronaldo Resedá, Paulo Sérgio e Altemar Dutra. Este último, por exemplo, faleceu quando estava em Nova York, na prematura idade de 43 anos.
Altemar Dutra de Oliveira nasceu na cidade mineira de Aimorés, em 1940. Iniciou sua carreira em Colatina, no Espírito Santo, onde se apresentou numa rádio cantando músicas de Francisco Alves.
Antes de completar a maioridade, Altemar foi para o Rio de Janeiro onde, para conseguir ter o que comer, trabalhou em boates e casas de espetáculos. Com um pouco de sorte, conseguiu vaga para cantar em algumas dessas boates, tornando-se conhecido do meio artístico.
Conseguiu emplacar dois grandes sucessos já no seu primeiro disco: Somente Uma Vez e Saudade Que Vem. Mas o lance de sorte veio mesmo quando foi convidado para cantar no programa Boleros Dentro da Noite, uma das maiores audiências da Rádio Mundial. Nessa mesma época, assinou um contrato com a gravadora Odeon.
Não demorou para conquistar as paradas de sucesso com a música Tudo de Mim. Também não demorou para gravar uma das músicas mais marcantes de sua carreira: Que Queres Tu de Mim. Vieram também Somos Iguais, O Trovador, Concerto Para um Verão e o mega sucesso Sentimental Demais.
Com a fama, Altemar passou a se apresentar nos palcos de todo o país. Mas ele pensava alto, queria ir adiante. Investiu na carreira internacional lançando álbuns em espanhol e fez shows em diversos países da América Latina, onde vendeu cerca de 500 mil discos.
Com a carreira internacional consolidada, Altemar passou a também fazer shows nos Estados Unidos. E foi durante uma passagem por lá que sofreu um derrame cerebral que o tiraria para sempre de cena.
Sua voz se tornou inesquecível. Ele é ainda nos dias atuais lembrado como o Rei do Bolero.

17/09/2017

ANA MARIA BRAGA, FAUSTÃO E OUTROS FAMOSOS QUE VIRARAM GIBIS


Exibida nas manhãs da Globo, o programa Mais Você é comandado pela apresentadora Ana Maria Braga desde a sua estreia, em 1999. Antes de ingressar na Vênus Platinada, ela comandou programas na TV Record e Rede Tupi.
Na época em que apresentava o programa Note e Anote, na TV Record, Ana inspirou a criação de um gibi chamado Aninha. Ele foi lançado em 1998, sendo encerrado em 2001. Mas Ana não foi a primeira nem a última personalidade da TV a ser levada para o mundo do quadrinhos.
Apresentadores como Angélica, Xuxa, Gugu, Sérgio Mallandro e Faustão também tiveram seus gibis. Entre os cantores, vale lembra da dupla Leandro e Leonardo. Os atletas dos quadrinhos, houveram personagens com Ayrton Senna, Pelé e Neymar.
Um dos gibis de maior sucesso foi Pelezinho, lançado pelos estúdios de Maurício de Sousa durante a década de 1970. Maurício aproveitou a popularidade de Edson Arantes do Nascimento para criar um personagem que lembrassem muito a infância dele. O gibi do Pelezinho fez um sucesso tremendo entre a garotada, que se divertia com personagens como Frangão, Bonga, Neusinha e outros.
As histórias em quadrinhos com famosos são reflexo da popularidade dessas pessoas, como podemos notar. Um bom exemplo é a revista do New Kids on the Block, lançada pela Editora Globo na época em que a banda de adolescentes esteve em moda. Outro exemplo que vem a calhar é Leandro e Leonardo, lançado no período em que a dupla de sertanejos dominava as paradas de sucesso brasileiras.
Ao revirar o baú dos gibis antigos, encontraremos ainda Mazzaropi, Zé do Caixão, Oscarito e Grande Otelo e até Raul Seixas.

FLIPPER, O GOLFINHO SIMPÁTICO QUE FEZ PARTE DA NOSSA INFÂNCIA


É quase impossível fazer uma lista fidedigna dos animais, que, seja no cinema ou televisão, fizeram parte da nossa infância. Eis alguns: Cheeta, Benji, Rin Tin Tin, Lassie, Elza, Flipper...
Cheeta, por exemplo, era o macaco dos seriados de Tarzan. Rin Tin Tin era o cão pastor-alemão amigo do cabo Rusty na famosa série sobre a cavalaria que tanto marcou gerações. Quanto a Flipper...
A série Flipper estreou na TV norte-americana em 1964 e durou três temporadas, o que totalizou 88 episódios. Ela contava a rotina de Porter Ricks (Brian Kelly), guarda de uma reserva marinha da Flórida, e seus dois filhos, Sandy (Luke Halpin) e Bud (Tommy Norden). Eles contam com o companheirismo do golfinho Flipper, que muitas vezes ajuda os garotos a combater inimigos da vida aquática e outros tipos de vilões.
Flipper foi baseada no filme O Menino e o Delfim (imagem acima), de 1963, no qual um garoto salva um golfinho e se torna o melhor amigo dele. O detalhe é que o ator Luke Halpin interpretou o mesmo personagem tanto no filme quanto na série.
A série começou a ser exibida no Brasil pela antiga TV Excelsior, em 1978. Mais tarde, entrou na programação da TV Bandeirantes e Rede Globo. Permaneceu fora do ar durante um bom tempo, mas voltou durante os anos 90 também pela Band.
O curioso é que vários golfinhos foram “escalados” para viver o animal da série. Outra curiosidade muito interessante é que o som emitido por Flipper era, na verdade, o de um pássaro típico da Austrália.
As aventuras de Flipper tiveram mais duas adaptações para o cinema, sendo a segunda em 1996, com a participação de Elijah Wood (o Frodo de O Senhor dos Anéis).

16/09/2017

QUANDO A CASAS DA BANHA ERA "MUITO MAIS VOCÊ"

 
Um dos maiores patrocinadores do programa do Chacrinha, o Velho Guerreiro que jogava bacalhau para a plateia, era a rede supermercados Casas da Banha. Dizem que o hábito começou em virtude de um encalhe da CB.
A Casas da Banha surgiu no Rio de Janeiro em 1955 e permaneceu no mercado por mais de 40 anos. Fechou as portas em 1999, depois uma decadência tortuosa e lenta.
Em seu auge, ela chegou a possuir 230 lojas em todo o país, além de 18 mil funcionários. Seu garoto propaganda era um porquinho que, em comerciais feitos em animação, anunciava as ofertas da semana. E seu mais inesquecível slogan era "Muito Mais Você".
Com boa parte dos supermercados em tamanho médio, a CB era uma das principais concorrentes do poderoso Pão-de-Açúcar.
A Casas da Banha era tão famosa que foi mencionada em músicas de Raul Seixas e Titãs.

15/09/2017

LEMBRA DA SUPER PARADA MUSICAL DO GLOBO DE OURO?


Para os aficionados por cinema, Globo de Ouro é um prêmio entregue aos melhores atores, atrizes, séries e filmes do ano anterior. Mas para o público de modo geral – principalmente as pessoas com mais de 40 anos –, Globo de Ouro era um programa com a super parada musical do último mês.
O Globo de ouro estreou na Rede Globo em 1972, permanecendo na sua grade de programação até 1990. Tratava-se de um programa com os maiores sucessos do momento. Apresentava as dez músicas mais tocadas na rádio, normalmente de MPB.
Entre os inúmeros apresentadores do Globo de Ouro, cabe lembrar de Antônio Marcos, Vanusa, Sandra Bréa, Jerri Adriani, Tony Ramos, Christiane Torloni, Dennis Carvalho, Nádia Lippi, Myriam Rios, Lauro Corona e Isabela Garcia, entre outros.
Com 19 temporadas e 1570 programas, o Globo de Ouro era inicialmente gravado sem plateia. Foi inicialmente transmitido somente uma vez por mês, mas acabou virando programa semanal durante um tempo. Foi transmitido à quartas-feiras e posteriormente às sextas e domingos.
Em 1976, o programa passou a ser acompanhado por uma plateia. Sofreu também diversas modificações no formato, como por exemplo, durante a década de 1980, quando passou a apresentar um quadro chamado Geração 80.
Um dos quadros que mais chamaram a atenção foi Saudade Não Tem Idade, em que apresentava os grandes sucessos do passado.
A última apresentadora foi Cláudia Raia, que apresentou o Globo de Ouro sozinha na última temporada.
O Globo de Ouro foi recentemente reprisado – mais propriamente os programas exibidos entre 1988 e 1990 – no canal por assinatura Viva.